SOCIAL
To Top

Santa Luzia leva inovação e sustentabilidade para CASACOR São Paulo 2018

Marca fornece perfis e decks ecológicos para os ambientes de dez escritórios na edição paulistana da mostra

Pautada nos princípios de economia circular e logística reversa, a Santa Luzia marca presença na CASACOR São Paulo 2018 com produtos ecológicos instalados em dez ambientes do evento, sediado no Jockey Club da cidade até 29 de julho. Em sua 32ª edição, a principal mostra brasileira de arquitetura, design e decoração tem como tema a “A casa viva”, que resgata os laços afetivos do viver em harmonia com a natureza, cativando um construir sustentável sem prejuízo aos recursos naturais. Alinhada com esta temática, a empresa catarinense forneceu perfis decorativos, ecodecks e revestimentos para levar à mostra uma iniciativa de design inovador com produtos reciclados e recicláveis.

Conheça os ambientes da CASACOR com Santa Luzia :

Débora Aguiar – Casa Cosentino
Com mais de 1000 m² é o maior ambiente da mostra. Para a ampla área externa, a arquiteta utilizou ecodecks na cor imbuia, fabricados em WPC, composto 100% reciclável de finas partículas de madeira envolvidas por resina plástica. As áreas internas receberam rodapés da coleção Inova, oferecendo um elegante acabamento.

Larissa Oliveira e Gabriela Lotufo – Casa Sustentável
Vencedor do 1º Desafio Casa Sustentável da CASACOR, o projeto assinado pela dupla endossa o compromisso da mostra em abraçar hábitos e práticas sustentáveis antes mesmo de sair do papel. A casa recebeu ecodecks na cor imbuia e rodapés passa fio, que minimizam o quebra-quebra ao permitir a passagem do cabeamento.

Patrícia Hagobian – Loft
Em um loft de 98m², a arquiteta toma o lar como ator principal em um momento de reconstrução das formas de se relacionar. O tema reflete a integração social por meio das representações de amor. Com rodapés da coleção Inova, a arquiteta criou uma composição em harmonia com a paleta neutra do piso e painéis na parede.

Marcelo Salum – Loft
Batizado pela frase “Alguma coisa acontece no meu coração”, o espaço de 60m² abraça o viver paulistano. A marca forneceu sob encomenda o revestimento de uma das paredes, com paginação que simula a famosa ‘espinha de peixe’. Os rodapés do espaço também foram especialmente desenvolvidos na cor do revestimento.

Patrizia Genovese e Guilherme Longo (242 Studio) – Restaurante Mondo
A dupla escolheu o rodameio da linha Moderna para embelezar as paredes do espaço de 297 m². Assim como as paredes, as peças foram pintadas em tons terrosos, que acompanham a madeira e o veludo na captura de tendências internacionais feita pelos profissionais. A ideia é transformar o comer em uma experiência sensorial e cenográfica.

Clarisse Reade, Carolina Reade e Adriana Pereira – Estúdio 4
Com o discreto rodapé da linha Moderna, de apenas 30 mm de altura, as designers de interiores apostam no mix de tendências bem distribuído nos 40m² de espaço, uma sala planejada para um jovem de 30 e poucos anos que acumulou uma rica bagagem cultural. Complementam o décor móveis contemporâneos e arremates em antiquários.

Gabriela Gaunszer Kozlowski e Rejane Heisden – Jardim das Agaves
O desafio de criar um jardim orgânico em 200 m² foi executado pela dupla, que estreia na mostra. O agave, a espécie protagonista do espaço, aparece em duas versões: a tradicional e em flor, com hastes altas. A área coberta de areia com pedras e uma pira ao centro é abraçada pelo amplo tablado formado pelo Ecodeck na cor branca.

Denise Monteiro – Lounge de saída
Ao contrário do que uma primeira impressão possa sugerir, a ideia da profissional era projetar um ambiente que não fosse um mero local de passagem. Por meio da arte, a arquiteta criou um espaço de contemplação para vivenciar bons momentos. Com o rodapé da linha Black, criou um elegante acabamento entre piso e paredes.

Edson Lorenzzo – Recepção
Com a missão de projetar um grande lobby que inclui recepção, lounge de entrada e sala de imprensa, Lorenzzo insere a natureza no ambiente inclusive como elemento construtivo, trabalhando com 667 m² distribuídos entre área construída e jardim. Sinônimo de personalidade, a cor preta está em destaque nos rodapés da linha Black.

Luciano Dalla Marta – Urban Arts
Pela primeira vez na mostra, a marca terá um espaço exclusivo para venda de obras nacionais e internacionais. Com a assinatura do arquiteto Luciano Dalla Marta, o espaço uniu a ideia de usar containers com o padrão utilizado nas franquias da marca. A atmosfera urbana é reforçada pela escolha dos rodapés na cor preta (Linha Black).

Sobre a Santa Luzia
Fundada em 1942 por João Effting, a Santa Luzia começou como uma pequena fábrica de espelhos em Braço do Norte (SC). Ao passar a fabricar as molduras para os espelhos, a empresa cresceu aceleradamente até revolucionar sua produção de perfis decorativos, revestimentos e acessórios em 2002, ao trocar 98% da matéria-prima inicial, madeira, pela reciclagem de resíduos plásticos como poliestireno expandido (isopor) e poliuretano. Maior parque industrial moldureiro da América do Sul, a Santa Luzia tem produtos comercializados em mais de 4 mil pontos de venda em mais de 400 cidades pelo país. Atualmente, exporta cerca de 10% da produção para países como Estados Unidos, Japão, Argentina, Uruguai e Chile.

Santa Luzia
www.industriasantaluzia.com.br
0300 145 1300

 

 

Por Thiago Ienco

Imagens: André Bittencourt/ABDesignFotos

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Eventos

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.