SOCIAL
To Top

Descubra os decors em ascensão no design de interiores

Vivemos em metrópoles, nossas casas são inteligentes, digitais e conectadas, somos móveis, flexíveis e preparados para qualquer coisa a qualquer momento. Mas, ao mesmo tempo, ansiamos por tranquilidade, um tempo para respirar e termos um espaço para chamar de “lar”, em que podemos nos refugiar e fazer uma pausa longe do barulho, da agitação e da acessibilidade constante. Por mais contraditório que esse estilo de vida contemporâneo pareça, é justamente essa diversidade de impulsos que intensifica as atuais tendências de design, inclusive de mobiliário e interiores.

Do pulsar da natureza ao ritmo frenético das ruas, passando por releituras ousadas e contemporâneas de já bastante celebrados movimentos estéticos e até mesmo de diferentes estilos de vida, a impress já compartilhou os principais conceitos observados em superfícies para móveis e interiores na Interzum 2019, que ocorreu de 21 a 24 de maio, em Colônia, na Alemanha. Mas, para além de conceitos, quais são os principais padrões de revestimentos que atendem às tendências de design apresentadas por lá e ao mesmo tempo abracem o ideal da busca em tornar nossas casas refúgios de conforto e relaxamento?

Comecemos falando sobre os estilos mais em voga atualmente. Influenciados pela magia das antigas cidades industriais, o chamado “estilo industrial” é um dos mais predominantes em todo o mundo já há algum tempo. Trazendo de volta elementos já descartados da decoração em um contexto inteiramente novo e atual, o estilo mistura conceitos de modernidade e rusticidade de maneira bastante coesiva.

Aliás, o contraste proporcionado pela mistura de padrões e de materiais é justamente uma das características principais do estilo, que combina cores escuras às claras, tons quentes aos frios, materiais duros com macios, além de superfícies lisas e uniformes com algumas bem desgastadas, proporcionando a conexão entre elementos do design contemporâneo com outros que aguçam nossas memórias afetivas, imprimindo a história e a personalidade dos moradores nos ambientes.

Com as suas tábuas de carvalho decorativamente envelhecidas, o padrão “Samdal Oak” é ideal para móveis com aspecto rústico, porém, com design jovem e moderno, o que tem tudo a ver com o estilo industrial.

Os diversos tons de cinza e os rabiscos das formas geométricas conferem ao padrão “Graffiti”, uma aparência viva, fresca e ao mesmo tempo lúdica e afetiva, indo muito bem com a madeira de carvalho, assim como com estruturas de metal e concreto, possibilitando um grande mix de materiais – principal tendência 2019/20.

Continuando no estilo industrial, o aço oxidado, metais escovados ou inflamados, madeiras carbonizadas e materiais reciclados dão vida a interiores extravagantes, modernos e sustentáveis. Em tempos de crescente digitalização e do anonimato urbano, esses materiais abraçam o anseio pelo original, pelo único, pelo constante e o não adulterado, fatores que transformam uma “casa” num verdadeiro “lar”.

Inspirada na antiga técnica japonesa de carbonização da madeira, a Shou Sugi Ban, o padrão “Carbonized Wood” tem acentos bem definidos e ganha protagonismo nos espaços, ainda assim podendo ser combinado com uma série de outras superfícies.

O decor “Uranus” é inconfundível, levando-nos de volta aos antigos chãos de fábrica com sua superfície que se assemelha ao aço com vestígios de usinagem, contando, assim, uma história.

Indo numa direção um tanto diferente, mas ainda apostando na nostalgia de outros tempos, agora com um toque mais atual e minimalista, outro conceito bastante em alta é o do “novo luxo”, refletido atualmente nos detalhes. Elegância e um luxo discreto no conforto da nossa própria casa são a base da atual releitura do estilo “Mid-Century”. O movimento se caracteriza pela beleza atemporal de mármores, madeiras clássicas, além de metais preciosos.

A estrutura cristalina, o desenho detalhado e o jogo sutil de cores conferem profundidade e autenticidade ao “Emperador Dark”, transmitindo personalidade e nobreza.

Já o desenho detalhado, as catedrais estreitas e as áreas listradas do “Saturnia Walnut”, acompanhado de seu belo color play, criam um visual também bastante nobre e que conversa muito bem com a proposta do novo luxo.

Vale lembrar, ainda, que os elementos naturais trazidos para dentro de casa, numa espécie de idealização de um santuário, é também um ponto bastante explorado já há algumas temporadas. O anseio pelo natural e pelo autêntico continua sendo a maior e mais duradoura tendência de interiores. Materiais naturais, terrosos e não tratados conferem não só uma sensação de conforto, como revelam um toque urbano, por meio do minimalismo e da redução ao essencial – características dos novos estilos de vida e movimentos que surgem especialmente nas grandes cidades.

A aparência ligeiramente planificada, as catedrais finas e suavemente desenhadas, além dos nós marcantes, fazem de “Rockport Oak” um decor completamente natural.

Enquanto isso, o layout generoso, os detalhes trabalhados e o rico jogo de cores dão ao “Conwy Elm” uma aparência fresca, serena e que passa a sensação de relaxamento buscada por aqueles que optam pelo estilo mais natural em suas casas.

 

 

 

Por Thaís Laurindo

Imagem: Divulgação

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Decoração

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.