SOCIAL
To Top

Confira 7 dicas de decoração para deixar seu restaurante mais atrativo

Para quem sempre desejou empreender, ser um ótimo gestor, pensar em um bom cardápio, contratar bons profissionais e escolher uma boa localização nem sempre é o suficiente. O caminho até o sucesso do empreendimento é longo, mas pode ter um reforço se aliado a um bom projeto arquitetônico.

A disposição dos móveis, a funcionalidade do ambiente e um décor que combine com a proposta da marca são apenas alguns itens que podem dar uma alavancada no empreendimento. Afinal, é o conjunto de bons resultados e a experiência final que irá conquistar o coração do cliente.

Especializado em projetos de gastronomia e entretenimento, o arquiteto Givago Ferentz separou algumas dicas que podem tornar o seu empreendimento no queridinho do consumidor:

  1. Cores atrativas e aconchegantes

Utilizada há muitos anos por diversos lojistas e profissionais do marketing, a psicologia das cores é uma ótima estratégia para quem busca atrair mais clientes. Muito mais do que uma bela estética, as cores escolhidas para o décor vão influenciar intimamente no efeito que elas causam nas pessoas. Logo, conhecer bem essa ciência pode ser uma carta na manga na hora de definir a paleta do projeto.

As cores auxiliam a fortificar o reconhecimento de marca, o aspecto visual do negócio e também vão determinar como as pessoas se sentem quando estão em um estabelecimento. Com tantas opções, muitas vezes fica difícil escolher, mas estudos podem ajudar com base na sensação que o empreendimento deseja passar ao cliente. Por exemplo, as cores quentes transmitem energia e entusiasmo, enquanto cores mais frias podem trazer um toque especial transmitindo seriedade, natureza e calma.

  1. Iluminação adequada

Muito além de cumprir sua função básica, uma boa iluminação irá influenciar diretamente na impressão que cliente terá do estabelecimento. Um projeto luminotécnico bem pensado pode determinar o tempo de permanência, o aspecto da comida, a atmosfera do local e até atrair mais pessoas para o negócio.

Tudo irá depender da intenção que quer ser passada ao consumidor e da proposta do local. Afinal, a iluminação de um bar, não pode ser a mesma de um restaurante com buffet, assim como restaurantes que abrem somente durante a noite devem ter projetos diferentes dos que atuam em dois turnos.

  1. Ter conceito de afetividade

Cultura, sentimento e sensações fazem tanto parte de um prato como do décor. Ambos carregam consigo memórias afetivas, lembranças e expectativas. Por isso, é preciso escolher os elementos que irão compor a decoração, dando atenção para cada detalhe, texturas e cores.

O arquiteto Givago Ferentz, acredita que o ambiente influencia completamente na experiência gastronômica e por conta disso, faz questão de ouvir muitas histórias de seus clientes.  “A intenção é trazer uma memória ou evento marcante da vida do cliente para o projeto, isso é muito gratificante, pois humaniza o espaço, deixando ele mais confortável e único”, explica o profissional.

  1. Fachada

Fazendo uma breve analogia, a fachada de uma empresa é como seu cartão de visitas. Ela vai dizer muito sobre como o negócio se posiciona e a mensagem que deseja passar ao cliente. Linhas modernas, estilo industrial, cores, iluminação vão dizer de que maneira o estabelecimento deseja conquistar o consumidor. Sendo assim, fachadas sujas, sem expressividade ou muito poluídas podem causar um impacto negativo, afastando as pessoas.

  1. Acessibilidade e Mobilidade

Tema constantemente discutido, a inclusão é um ponto muito importante a ser levado em consideração na hora de realizar um projeto. Mais que um ato de cidadania, a acessibilidade é um dever previsto em lei. As pessoas com mobilidade reduzida devem ter respaldo para aproveitar os espaços da mesma maneira que outros clientes. Sendo assim, a criação de vagas especiais de estacionamento, instalação de rampas na entrada, mesas para cadeirantes, espaço para passagem de cadeiras de roda, entrada de cães-guia e banheiros adaptados são itens essenciais para garantir conforto a todos que frequentam seu estabelecimento.

  1. Funcionalidade e técnica

Ainda mais importante que todos os itens mencionados anteriormente, o espaço precisa atender corretamente as funções para o qual foi desenvolvido. As áreas de atendimento, preparação e serviços devem funcionar de forma prática e efetiva, resultando em um melhor aproveitamento de todo o espaço. A técnica se baseia em pilares importantes como a sustentabilidade, tecnologia e ergonomia, pensando sempre no conforto e segurança de seus colaboradores.

  1. Contratar um escritório especialista

Contratar um profissional ou escritório que entenda as necessidades e exalte a história do seu negócio é essencial para a caminhada até o sucesso. Além de auxiliar na redução de gastos desnecessários, um bom profissional irá garantir a qualidade do resultado. Sendo assim, além de economia, seu empreendimento terá mais lucro. Funcionalidade, praticidade, beleza e conforto são as prioridades de quem entende da necessidade do empreendedor e também do cliente. Por esse motivo, escritórios especializados no ramo podem entregar projetos com melhor qualidade final.

 

 

 

Por Luciana Prieto – Prime Comunicação

Imagens: Divulgação / Gustavo Lubian

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Decoração

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.