SOCIAL
To Top

Sim, o inverno é época de reformar e repaginar a área externa

Arquiteta Karina Korn avalia que o período de frio e estiagem é o momento certo para fazer um check list no espaço externo, reformar o que for preciso e pensar em um novo mobiliário

Adepta do pensamento que todas as etapas encontram o seu momento certo, a arquiteta Karina Korn, do escritório que leva seu nome, destaca que o inverno também é temporada para olhar para fora das residências. Embora com um gradiente térmico mais baixo, o céu aberto e ausência de chuvas são as condições favoráveis para a reforma de áreas externas como varandas, piscina e seu entorno.

Além de avaliar as alterações estruturais, como possíveis rachaduras nos ambientes e a substituição de revestimentos e possíveis impermeabilizações na piscina, renovar os moveis podem se configurar uma vantagem econômica, já que a baixa temporada favorece preços mais atrativos no mercado.

Acompanhe as dicas da arquiteta para você verificar o seu espaço da casa e deixá-lo pronto para daqui três meses, com a chegada da primavera:

1)  Piscinas:

É o momento de esvaziar e aplicar um olhar clínico na parte interna da piscina. Com os três métodos clássicos: alvenaria, fibra e vinil, cada uma demanda uma observação específica para prolongar a sua vida útil.

Na piscina com pastilhas e azulejos, deve-se observar a cor do rejunte e possíveis descolamentos de peças. “Quando o rejunte está escuro, com aquele aspecto de encardido, pode-se considerar como um sinalizador de possíveis infiltrações”, explica Karina. Para quem tem em casa a piscina com vinílico, a aparência esbranquiçada, ressecada ou com bolhas é um sinal de urgência, já que a ausência do reparo pode resultar em uma troca completa do material. Já a descoloração da piscina de fibra indica que está na hora de aplicar um novo polimento ou pintura. “O cuidado preventivo realizado por mão de obra especializada evita prejuízos lá na frente”, enfatiza a arquiteta.

 2)      Quais são as outras áreas externas a serem observadas e escolhas a serem feitas?

 Cada vez mais as varandas de descanso ou aquelas na versão gourmet se consolidam como as áreas sociais das residências. “Churrasqueira, forno a lenha ou forno de pizza tornam a varanda um mix entre o estar e a área de lazer”, detalhe Karina.

Dessa forma, impermeabilizar os tijolos, verificar as condições do telhado, entre outros pontos estruturais são questões rápidas e práticas para chegar a uma resolução. Mas o protagonismo da próxima estação são os móveis aconchegantes, de fácil manutenção, práticos e de grande durabilidade. “Os móveis com cara de casa, práticos e de fácil manutenção e grande durabilidade são os mais indicados”, explica Karina Korn.

A arquiteta separou uma lista de peças e características que nortearão as escolhas:

   Ombrelones: No papel dos antigos “guarda-sóis” traz uma aparência muito mais requintada e agradável. Os modelos gigantes dão uma ótima cobertura e proteção para o sol com muita beleza;

  • Pergolados: As estruturas de madeira ajudam a criar sombra no jardim para descansar e relaxar, e dão um aconchego maior ainda, tornando o ambiente mais acolhedor;
  • Móveis e tecidos impermeáveis: Precisam ser de fácil manutenção, limpeza e durabilidade. Entre as melhores opções de materiais estão as fibras sintéticas com cara de naturais em peças como poltronas e chaises.

Itens decorativos: Aposte em enfeites e vasos próprios para a área externa, pois deixam os ambientes mais humanizados.

Iluminação: Esse é o pulo do gato! com uma iluminação aconchegante conseguimos criar um ambiente aconchegante, alegre, intimista e relaxante.

No tocante às cores, a área externa permite apostar em diferentes combinações, até mesmo as mais ousadas, como tons neon e cítricosque estão entre os queridinhos nas estações mais quentes. “Cores são sempre uma questão muito interessante, porque toda e qualquer cor pode ser utilizada em todo e qualquer espaço, basta saber usar, basta saber misturar, basta saber harmonizar”, lembra a arquiteta. Para quem vai reformar a piscina ou até mesmo construir uma, as cores mais usuais são o azul e o verde. “São tons que remetem a natureza, as plantas, o céu, o mar… Assim acabam por serem os mais escolhidos e utilizados”, finaliza Karina.

Sobre Karina Korn Arquitetura

O amor por arquitetura e decoração levou Karina Korn a uma jornada de 26 anos dando forma a residências, lojas, consultórios e restaurantes – tanto no Brasil, quanto internacionalmente, com projetos reconhecidos em Tel Aviv e Miami. Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Karina também se especializou em decoração e design gráfico pela Escola Panamericana de Artes. Seu vasto portfólio conta com passagens em diversas edições da CASACOR, e mostras como a CAD Brasil, Artefacto e Favorita, além de ações sociais no Projeto Casa da Criança, contribuindo para a transformação de abrigos e creches infantis.

Prioriza sempre o excelente atendimento ao cliente junto à sua equipe multidisciplinar, do projeto ao acompanhamento das obras. Para ela, arquitetura e decoração são muito mais que projetar – significam realizar sonhos.

Karina Korn Arquitetura
Tel. (11) 98848-6858 / (11) 98849-9669
karinakorn@karinakorn.com.br
www.karinakorn.com.br

@karinakornarquitetura

 

 

 

 

 

Por Karina Fascina

Imagem: Divulgação / Celina Germer

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Decoração

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.