SOCIAL
To Top

“Salas secretas” explodem como tendência nos projetos de escritórios dos EUA

A transparência é uma das maiores tendências no design de escritórios modernos: andares sem divisórias, menos escritórios, paredes e portas de vidro. E, em uma época em que o movimento #MeToo tem chamado a atenção para as coisas sórdidas que podem acontecer por trás de portas fechadas, existe certo conforto em ter tudo e todos à vista.

Os cantinhos secretos, contudo, ainda exercem fascínio. Eles marcaram presença ao longo da história, desde as passagens secretas dos castelos medievais até os estabelecimentos clandestinos dos anos 1920 e 1930 que vendiam bebida alcoólica durante a Lei Seca, nos Estados Unidos.

Hoje em dia, as salas secretas se espalham pelos ambientes corporativos e outros estabelecimentos comerciais, oferecendo a emoção de ver um cômodo se materializar inesperadamente, sem falar do apelo de estar em um espaço reservado apenas para pessoas VIP.

“Eles trazem um elemento surpresa ao local de trabalho – tanto para empregados quanto para visitantes. Tem uma aura descolada e divertida”, descreveu Samantha McCormack, diretora de criação do TPG Architecture, escritório de arquitetura responsável por construir salas secretas em escritórios de clientes.

Estantes de livros podem se abrir como em um truque “abre-te, Sésamo”. Para o escritório de Los Angeles da empresa de marketing Weber Shandwick, o TPG projetou uma estante de livros que cobre toda a extensão da parede, com uma seção que, ao ser empurrada, dá acesso a uma sala estilo tecnavapor, reservada para trabalhos que demandem silêncio.

Na Maison de la Luz, um hotel butique em Nova Orleans, os hóspedes podem acessar um salão privado através de uma estante de livros. O Google tem uma área de leitura escondida também atrás de uma estante na matriz da Costa Leste, em Nova York.

As salas secretas ajudam a empresa a transformar os locais de trabalho em objeto de desejo, o que ajuda no recrutamento e na retenção dos profissionais, explicou David Ballard, diretor de psicologia aplicada da Associação Americana de Psicologia. Elas também funcionam como uma resposta aos escritórios sem divisórias. “Algumas dessas salas traduzem uma necessidade legítima de ambientes reservados em locais de trabalho para que as pessoas possam escapar da bagunça”, continuou Ballard”.

Fonte: Gazeta do Povo

 

 

 

Veículo: Office Connection

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Tendências

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.