SOCIAL
To Top

Saiba como compor uma decoração afetiva

As arquitetas Carina e Ieda Korman, do escritório Korman Arquitetos, trazem dicas de como criar um décor vivo, com memória e significado

Nesse apartamento projetado por Carina e Ieda Korman, as máquinas de escrever do avô da moradora ganharam destaque ao serem emolduradas, conferindo uma decoração com muita memória e afetividade.

Vivemos um momento de reconexão com o lar, com o essencial das coisas e com nós mesmos. Com a pandemia, a casa ganhou novamente a conotação de refúgio e pede, mais do que nunca, por uma decoração afetiva, que abrace, acolha e garanta conforto em todos os momentos do dia. “Acredito que uma decoração afetiva mexe com a psicologia e humor de cada um. Seja ao trazer uma foto, um objeto com significado especial ou um móvel de família, ela evoca memórias e sentimentos relacionados à peça”, aponta Carina Korman, do escritório Korman Arquitetos.

Segundo Carina e Ieda Korman, não existem muitas regras quando se fala de decoração afetiva. “O importante é escolher itens com significado e fazer, com eles, uma composição harmônica”, aponta Ieda. Seja com um mobiliário que passou de geração em geração, uma coleção especial do morador, fotografias e quadros – o importante é buscar a emoção de quem mora, criando uma atmosfera única e personalizada.

História de família

Uma ótima forma de explorar a decoração afetiva está nas peças herdadas de parentes. Um baú, aparador ou até sofá pode ganhar um espaço de destaque, trazendo um pouco do DNA de quem mora ali. “Muitas vezes essas peças são desconsideradas, por terem sofrido desgastes com a passagem do tempo. Mas uma restauração ou simples reparo pode trazer toda a funcionalidade necessária”, explica Carina. Uma troca de estofado ou nova pintura são capazes de trazer nova vida para os mobiliários, preservando os traços originais da peça.

Nesse projeto em Vila Madalena, os profissionais do escritório Korman Arquitetos deram destaque para o piano, herança de família.

Louças antigas também são perfeitas para criar um cantinho cheio de história. “Uma ideia é separar uma das paredes da cozinha para dispor, como peças de arte, diversos pratos da família”, sugerem. Uma xícara com muita história pode virar um vaso ou porta-coisa, enquanto uma bandeja da avó pode ganhar destaque como centro de mesa.

Fotografias e gravuras

Fotos costumeiramente nos transportam para outras épocas, trazendo memórias de momentos gostosos – por isso, é possível usar e abusar delas em um projeto com decoração afetiva.

Nesse projeto, as profissionais Ieda e Carina Korman deram destaque para um painel de fotos, em uma forma de trazer ainda mais forte a essência da moradora.

Seja em um painel na área íntima, ou em uma bela composição em um corredor ou sobre um aparador, por exemplo, as fotografias são indispensáveis para uma decoração afetiva. Vale brincar com diferentes tamanhos de impressão e molduras, ou até mesmo ousar no alinhamento. “Uma iluminação direcionada pode conferir todo o destaque desejado para a composição”, indica Ieda Korman. Além das fotos, gravuras e desenhos de pessoas queridas podem trazer diversos sorrisos.

Coleções

 

Coleções conferem um gostinho a mais em uma decoração afetiva. Para valorizá-las, um mobiliário planejado para a exposição das peças pode fazer toda a diferença – seja uma bela estante para o acervo de livros, discos de vinil ou CDs, seja uma prateleira para pequenos colecionáveis, miniaturas ou outros objetos. “Trazer o hobbie do morador para a decoração é exaltar sua essência e personalidade. Não há nada que combine mais com a decoração afetiva do que isso”, pontua Carina Korman.

Lembrança de viagem

Por fim, utilizar-se de souvenires ou peças adquiridas em viagens na decoração e organização da casa permite que os moradores sempre relembrem da experiência deliciosa que tiveram. É uma maneira de agregar uma nova função a um objeto, valorizando-o dentro do projeto.

Nesse projeto, em São Paulo, Ieda e Carina Korman evidenciaram peças de design oriental e de antiquário, evocando lembranças de viagens do casal de moradores.

“Uma decoração afetiva deve ser um retrato do morador. Tudo é válido, desde que reflita, com harmonia, a essência de quem vive”, finaliza Ieda Korman.

Korman Arquitetos
Rua Groenlândia, 1877, Jardim América, São Paulo
Tel.: (11) 3060-8313
www.kormanarquitetos.com.br

Sobre a Korman Arquitetos

Com mais de 35 anos de história nos segmentos residencial, corporativo e comercial, o escritório conta com diferentes gerações no comando dos projetos personalizados e exclusivos realizados no Brasil e exterior. Carina se juntou aos pais, Silvio e Ieda, para juntos darem forma a trabalhos criativos com uma linguagem moderna e atemporal, assinando reformas dos mais variados estilos e concebendo espaços do zero, passando pelo acompanhamento da obra até a finalização da decoração. Com participações nas principais mostras de decoração, como CasaCor, o trio já teve projetos evidenciados nas principais publicações da área.

 

 

 

Por Marcela Millan

Imagens: JP IMAGE / Gui Morelli

 

 

Envie informações, fotos, vídeos, novidades, lançamentos, denúncias e reclamações para a equipe do Grupo Multi pelo WhatsApp 11 9 9511.5824 ou entre em contato pelo (41) 3235.5015

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Decoração

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.