SOCIAL
To Top

Ranking Connected Smart Cities 2020 classifica Curitiba como a 3ª cidade mais inteligente do país e 1ª em Urbanismo

O Ranking Connected Smart Cities, mais importante estudo do país sobre cidades, contempla todos os 673 municípios com mais de 50 mil habitantes. E a 6ª edição destaca Curitiba como a 3ª cidade mais inteligente e conectada do Brasil e a 1ª na categoria Urbanismo

Nos dias 08, 09 e 10 de setembro aconteceu o evento nacional Connected Smart Cities e Mobility Digital Xperience 2020, mais importante iniciativa de cidades e mobilidade do Brasil e que, em função da pandemia da Covid-19, será apresentado no formato 100% virtual e por meio de plataforma dedicada.

Durante a Cerimônia de Abertura do evento, que aconteceu hoje, às 15h, e contou com a participação de autoridades, representantes de empresas e especialistas nacionais e internacionais, foi divulgado o resultado do Ranking Connected Smart Cities 2020. O estudo, elaborado pela Urban Systems, em parceria com a Necta, está na 6ª edição e mapeia todos os 673 municípios com mais de 50 mil habitantes, com o objetivo de definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento do Brasil.

O primeiro lugar no Ranking Geral 2020 foi para a cidade de São Paulo, que atingiu a primeira colocação. O segundo lugar ficou com Florianópolis (SC); o terceiro com Curitiba (PR); seguida por Campinas (SP) e Vitória (ES). Em sexta colocação está São Caetano do Sul (SP); seguida por Santos (SP); Brasília (DF); Porto Alegre (RS); e Belo Horizonte (MG) em 10º lugar.

Além do terceiro lugar como a cidade mais inteligente e conectada do Brasil, a capital paranaense conquistou, ainda, a primeira colocação na categoria Urbanismo; 2ª posição Região Sul e Tecnologia e Inovação; 3ª em Cidades com mais de 500 mil habitantes; 4ª colocada em Governança; além do 5º lugar em Empreendedorismo; e 6º em Economia.

A partir da edição 2019, o Ranking incorporou conceitos e novos indicadores baseados na ISO 37122 -Sustainable Cities And Communities – Indicators For Smart Cities, mantendo-se como a melhor referência para comparação e análise de cidades inteligentes no Brasil. O resultado é apresentado em 4 frentes: geral, por eixo temático, por região e por faixa populacional. O estudo é composto por indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia, mesmos eixos temáticos do evento nacional Connected Smart Cities.

“Nesses seis anos de atuação, a Plataforma Connected Smart Cities vem desempenhando papel fundamental junto às empresas, entidades e governos na busca pela inovação, tendo como objetivo fundamental tornar as cidades brasileiras mais inteligentes e conectadas, principalmente no atual momento de pandemia da Covid-19”, comenta a CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities e Mobility, Paula Faria.

DESTAQUES CURITIBA
O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, comenta que os indicadores do Ranking Connected Smart Cities coincidiram com as necessidades da cidade. “Os indicadores coincidiram com necessidades que identificamos na cidade e que vêm sendo atendidas, desde 2017, com ações importantes, em especial nas áreas de Urbanismo, Tecnologia e Inovação, Governança, Empreendedorismo, Economia, Meio Ambiente e Educação. Nestas áreas, saímos de posições intermediárias em 2016 e, a partir de 2017, temos flutuado entre as primeiras posições no Ranking, o que demonstra a efetividade e consistência de nossas ações”, disse.

Sobre os reflexos dos investimentos nas diversas em momentos de pandemia, como o atual da Covid-19, no sentido de tornar a cidade mais resilientes, o prefeito cita que a pandemia tem provado que criatividade, inteligência e conscientização são essenciais no dia a dia da cidade. “Entre as ações, a Agência Curitiba de Inovação abriu um edital em abril convocando as startups a colaborar com os empreendedores que precisavam de soluções para tentar manter seus negócios. Tivemos 15 startups oferecendo, gratuitamente, suas plataformas para vendas, loja virtual, pagamento, apoio a gestão da empresa, entregas e contratação de serviços”.

“Apesar do sofrimento causado pela pandemia o que veremos em poucos anos é a transformação digital elevada à décima potência. Acelerada pela necessidade que fará o medo se transformar em descoberta e a resistência e visão de possibilidades de contatos e negócios. Isso vale também para as cidades. A crise coloca a transformação da gestão pública como uma grande oportunidade. Digitalização, desburocratização, serviços online, digital first são oportunidades iremos aproveitar e com esforço coletivo fazer o aprendizado da crise valer a pena”, enfatizou o prefeito Rafael Greca.

CURITIBA EM NÚMEROS
A cidade de Curitiba conta com 2 Parques Tecnológicos, 8 Incubadoras de Empresas e despesas de R$ 655,00 por habitante com Urbanismo (em comparação a cidade de São Paulo investe R$ 329 per capita em urbanismo), destacando-se ainda: crescimento de 4,4% das empresas de tecnologia, enquanto muitas cidades no período apresenta redução do setor; 1,7% de empresas de economia criativa e 26,9% de MEI.

O município conta com 48,6% das conexões de banda larga com velocidade superior a 34 mb; 35,1% dos empregos formais são ocupados por profissionais com ensino superior; 98,2 pontos de acesso a internet por 100 habitantes; Nota Escala Brasil Transparente de 9,6; e Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal de 0,8514. No conceito de Cidades inteligentes, a capital destaca-se ainda por ter 5,0 dos empregos formais alocados no setor de educação, pesquisa e desenvolvimento; e outros 4,4% dos empregos no setor de tecnologia, inovação e comunicação.

DESTAQUES DO RANKING CONNECTED SMART CITIES 2020
A região Sudeste concentra as cidades mais inteligentes e conectadas, sendo seis municípios entre os 10 mais bem colocados (em 2019 foram seis e, 2018, sete). Três municípios são da região Sul e um do Centro-Oeste, sendo que as regiões Norte e Nordeste não têm representante entre os 10 melhores. Palmas (TO) está na 32ª colocação no Ranking Geral e Recife (PE) na 15ª. Na classificação por região, destacam-se: no Centro-Oeste, Brasília (DF) com a 1ª colocação no Ranking Connected Smart Cities; no Nordeste, Recife (PE); no Norte, Palmas (TO); no Sudeste: São Paulo (SP); e no Sul: Florianópolis (PR). Jaguariúna (SP) é o destaque das cidades entre 50 e 100 mil habitantes; de 100 a 500 mil: Vitória (ES); e acima de 500 mil habitantes: São Paulo (SP).

Para o Presidente da Urban Systems e sócio da Plataforma Connected Smart Cities, Thomaz Assumpção, o Ranking Connected Smart Cities ano a ano vem auxiliando as cidades a entenderem o seu nível de desenvolvimento inteligente e sustentável, oferecendo parâmetros para que as cidades possam se planejar e criar estratégias para tornarem-se mais humanas e propiciar qualidade de vida a seus habitantes.

“A edição 2020, diferentemente de outros anos, apresentou uma menor movimentação das cidades nas primeiras posições, refletindo a preocupação cada vez maior das cidades brasileiras em manterem e melhorarem seus indicadores. Destaque para o setor de tecnologia e inovação, que apresentaram melhora nos itens de infraestrutura e no setor de educação, que apresentou mais cidades com crescimento em seus indicadores”, enfatizou.

OS VENCEDORES POR EIXO TEMÁTICO
O primeiro lugar em Urbanismo foi para Curitiba; Mobilidade e Acessibilidade: São Paulo (SP); Meio Ambiente: Santos (SP); Empreendedorismo: Rio de Janeiro (RJ); Economia: Barueri (SP); Tecnologia e Inovação: São Paulo (SP); Saúde: Vitória (ES); Educação: São Caetano do Sul (SP); Segurança: Ipojuca (PE); e Governança: Balneário Camboriú (SC).

HISTÓRICO

DIAS 09 E 10 DE SETEMBRO – CONNECTED SMART CITIES E MOBILITY DIGITAL XPERIENCE 2020
Iniciativa da Necta, a 6ª Edição do Connected Smart Cities e Mobility aconteceu até quinta (10/09), em formato totalmente virtual, e tem o objetivo de debater amplamente iniciativas que possam revolucionar o mercado de smart cities e mobilidade urbana no país, considerando o atual cenário da Covid-19, por meio da interação dos principais atores. A edição 2020 traz, ainda, a Expo Virtual, que apresentará soluções para o mercado de cidades e mobilidade, por meio da presença de empresas nacionais e internacionais.

“Essa edição é histórica e a nossa expectativa é reunir mais de 3 mil participantes, representantes de governo, empresas, entidades e especialistas nacionais e internacionais para debater o futuro das cidades brasileiras, incluindo o contexto da Covid-19. Destacamos ainda o Fórum, que contempla mais de 70 sessões distribuídas em 11 palcos virtuais simultâneos, 300 palestrantes nacionais e internacionais, somando 140 horas de conteúdo”, comenta Paula Faria.

“A decisão do formato online é pioneira no país para eventos com esta dimensão e envolve gestores de todas as regiões do Brasil, além do alcance internacional. O formato 2020 atende a nossa realidade atual, onde as mudanças na vida pessoal e profissional da sociedade em geral são necessárias, inclusive, por uma questão de saúde pública”, concluiu a idealizadora do Connected Smart Cities e Mobility e CEO da Necta, Paula Faria.

PRÊMIO CSC DX
O Prêmio Connected Smart Cities consiste em reconhecer e premiar negócios inovadores que colaborem para que as cidades possam ser mais inteligentes. A apresentação dos empreendedores do Prêmio 2020, acompanhamento dos insights da banca e o anúncio dos ganhadores acontece no segundo dia do evento (09/09), a partir das 09h.

SERVIÇO

Connected Smart Mobility Digital Xperience
Data: 08, 09 e 10 de setembro de 2020
Local: 100% digital
Mais informações: http://evento.connectedsmartcities.com.br/
Programação: http://evento.connectedsmartcities.com.br/programacao-evento-nacional/
Inscrições: http://evento.connectedsmartcities.com.br/inscricoes/
Organização: Necta (www.nectainova.com.br) e Urban Systems

Sobre o Connected Smart Cities

O Connected Smart Cities, principal iniciativa do setor de cidades e mobilidade do Brasil e um dos maiores eventos da América Latina, é realizado pela Necta e a Urban Systems e envolve empresas, entidades e governos. O evento faz parte da Plataforma Connected Smart Cities, que tem por missão encontrar o DNA de inovação e melhorias para cidades mais inteligentes e conectadas umas com as outras, sejam elas pequenas ou megacidades.

Ranking Connected Smart Cities: estudo desenvolvido pela Urban Systems, por meio de metodologia própria e exclusiva, em parceria com a Necta. Além de considerar os conceitos de cidades inteligentes, como tecnologia, meio ambiente e sustentabilidade, o Ranking considera conceito de conectividade, investimentos em saneamento, importância da educação na formação e reprodução dos potenciais das cidades e sustentabilidade econômica. Acesso à plataforma online de consulta ao Ranking Connected Smart Cities: http://ranking.connectedsmartcities.com.br/

Todos os indicadores do Ranking Connected Smart Cities 2020 estão disponíveis em: http://conteudo.urbansystems.com.br/csc_urban_atual

 

 

 

Por Imprensa Necta

Imagem: Divulgação

 

 

 

Envie informações, fotos, vídeos, novidades, lançamentos, denúncias e reclamações para a equipe do Grupo Multi pelo WhatsApp 11 9 9511.5824 ou entre em contato pelo (41) 3235.5015

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Acontece

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.