SOCIAL
To Top

Profissionais reúnem dicas para não errar na decoração com formas geométricas

Os arquitetos Renato Andrade e Erika Mello falam sobre a tendência que está no décor desde a década de 60

As formas geométricas sempre figuraram como interessantes, atrativas e bonitas de ser ver. O uso delas voltou com tudo para o décor e garante um visual leve e descontraído no ambiente e desde sempre foi sinônimo de modernidade, personalidade e sofisticação.

“O geométrico retornou para a decoração com diversas releituras e com um toque mais contemporâneo que mesmo assim nos remete ao passado”, conta a arquiteta Erika Mello, sóciado escritório Andrade & Mello Arquitetura e Interiores ao lado de Renato Andrade. E a dupla compartilha dicas essenciais para aprecia o estilo e deseja investir nos ambientes:

1. Revestimentos

Aplicar as formas geométricas no revestimento é ter a certeza que ele sempre estará em destaque. “Por serem, geralmente, bastante coloridos, é importante trabalhar uma   combinação   com   elementos mais neutros. Assim não sobrecarregamos o ambiente“, explica   Renato.   Normalmente são utilizados como protagonistas – na parede ou no piso –,   ou, em   algumas situações, até avançar do piso para a parede; “É essencial contar com o   auxílio de   um profissional de arquitetura e decoração para saber dosar e equilibrar a composição“,   aconselha   Erika.

2. Objetos geométricos

Tapetes, quadros, almofadas, nichos de parede, móveis e luminárias são peças que trazem a modernidade e o estilo expressivo das formas geométricas. “Misturar muitas formas e cores pode se configurar em um grande volume de informações que o cérebro precisa absorver. Com isso, a impressão de um espaço cansativo se não desenvolvido com harmonia“, destaca Erika. Móveis de formatos geométricos nem sempre são ergonômicos e aconchegantes, então é importante analisar o uso das peças de acordo com o dia-a-dia do cliente.

3. Estampas e cores

Para as estampas é possível misturar diversos formatos como triângulos, círculos, hexágonos e listras, entre outros, pois eles conversam entre si e resultam em uma ótima composição. “Por serem linhas marcantes, sempre recomendo evitar a mistura de estampas geométricas com orgânicas. Trabalhamos com ponderação para alcançar essas combinações”, acrescenta Renato.

A despeito das cores, considerações básicas no momento da escolha. “Uma regrinha básica é optar por tons neutros, degradê ou até mesmo mesclar as cores complementares, aquelas que são opostas no círculo cromático”, finaliza Erika.

 

Andrade & Mello Arquitetura e Interiores

Formados em Arquitetura, Renato Andrade e Érika Mello são sócios-fundadores do escritório. Em 12 anos de trabalho, somam mais de 100 projetos entregues com a certeza de terem proporcionado aos seus clientes todo profissionalismo nas intervenções realizadas. Além de atuar nos projetos, devotam suas experiências profissionais ao ensino: ambos respondem como professores titulares do Centro Paula Souza e lecionam disciplinas no curso técnico de Edificações.

 

www.andrademelloarquitetura.com.br

@andrademelloarquitetura

 

 

 

 

Por Glaucia Ferreira

Imagem: Luís Gomes

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Decoração

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.