SOCIAL
To Top

Museu do Amanhã reúne grupo interdisciplinar para experimentar novas tecnologias e aplicá-las à moda

Participantes aplicam técnicas inovadoras, processos sustentáveis e ‘tecnologias vestíveis’ na criação de peças de roupa que melhorem a vida das pessoas

Cientistas de microbiologia, especialistas em impressão 3D, eletrônica sensorial e mais 18 profissionais de moda estão juntos, em um grupo de trabalho no Museu do Amanhã, criando e experimentando novos processos para a confecção de roupas que melhorem a nossa vida. Essa é a proposta do programa “Tecnologia Na Moda”, criado pelo Laboratório de Atividades do Amanhã (LAA) em parceria com O Cluster e a Biotecam, com oficinas todas as quartas e sextas-feiras, até 29 de maio de 2017. As peças criadas pelos participantes no processo deverão compor a próxima mostra do LAA, ainda este ano.

“A indústria da moda, geralmente, busca referências e inspirações nela mesmo. Nós estamos tentando quebrar paradigmas e fazer com que profissionais dessa área comecem a buscar referências em outras áreas, em outras disciplinas. O objetivo do “Tecnologia na Moda” é pensar as roupas que usamos todos os dias de uma forma diferente. É explorar a junção de roupas com eletrônica, impressão 3D, sensores e biotecidos, aplicando essas técnicas ao que vestimos. A ideia é experimentar, fazer uma roupa que melhore a vida das pessoas, que sirva como interface e, também, de certa forma, repensar a cultura de que roupa só cobre o corpo”, explica Marcela Sabino, Diretora do LAA.

Carolina Herszenhut, curadora e idealizadora d’O Cluster, destaca que esse encontro busca soluções para problemas atuais e projetar soluções para um cenário futuro e que não há melhor lugar que o Museu do Amanhã para realizar essa iniciativa. “Para O Cluster, fazer parte da curadoria e elaboração desse projeto vem ao encontro de tudo que pensamos e executamos ao longo desses quatro anos. O Cluster atua de forma integrada com uma série de novas marcas e designers a fim de conectá-los com consumidores, imprensa e público em geral com o intuito de que possam tanto repensar suas formas de consumo quanto valorizar aquilo que produzem e criam de forma consciente e responsável”, ressalta Carolina.

Ainda na primeira fase do projeto, os participantes estão tendo encontros para entender as possibilidades de criação e experimentação a partir de temas como Impressão 3D, para criação de acessórios e modularização de roupas; Wearables, para aliar eletrônica e sensores às roupas, e a criação de tecidos biológicos.

“A equipe da BIOTECAM já está desenvolvendo experimentos com os alunos, como a criação de tecidos produzidos por microorganismos e funcionalizando as peças a partir da inserção de chips dentro do tecido, por exemplo. Estamos alinhados às propostas e perspectivas de interatividade visual e científicas do LAA”, complementa Ricardo Amaral Remer, diretor da BIOTECAM.

Confira os detalhes sobre os módulos e professores no link:

https://museudoamanha.org.br/sites/default/files/Professores-2.pdf

Mais informações pelo site www.museudoamanha.org.br.

Sobre o LAA

Laboratório de Atividades do Amanhã (LAA) tem dois focos principais de atuação: os efeitos e resultados das tecnologias tradicionais e exponenciais – como inteligência artificial, internet das coisas, robótica, impressão 3D, biotecnologia – e o futuro de determinados temas, como trabalho, urbanização, fabricação e alimentação. O LAA é apresentado pelo Banco Santander, patrocinador máster do Museu do Amanhã.

Sobre a BIOTECAM

Biotecam é uma start-up de biotecnologia ambiental. Tem como vertentes principais o desenvolvimento de produtos biotecnológicos sustentáveis, projetos educacionais e de divulgação científica, e o desenvolvimento e aplicação de sistemas de biorremediação e aeração para tratamento de efluentes, e aumento da qualidade e produtividade em sistemas de aquicultura.

Sobre o Cluster

O Cluster é uma plataforma multicultural que tem como missão proporcionar e pensar a ocupação criativa da cidade e reúne jovens de diversos segmentos da cadeia criativa carioca – design, moda, gastronomia, artes plásticas e música – que de maneira integrada e colaborativa viabilizam negócios entre essa cadeia criativa e consumidores, em um espaço para novos empreendimentos. O Cluster surgiu em 2012 do desejo da estilista, curadora e idealizadora do projeto, Carolina Herszenhut, de criar um evento que reunisse moda, gastronomia, música, artes, design, estudantes e um público interessado em trocar experiências. Ao longo dos quatro anos, O Cluster realizou 23 edições em duas capitais (RJ e BH), contribuindo com 25 iniciativas sociais, além de apresentar mais de 80 marcas e 30 artistas ao público em geral que chega a marca de 80 mil visitantes.

Museu do Amanhã

Eleito o melhor museu da América do Sul e Central pelo Leading Culture Destinations Awards, “Oscar” britânico do setor, o Museu do Amanhã, espaço gerido pelo Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG), se consolidou como uma das principais atrações turísticas e culturais do país no seu primeiro ano de operação. O Museu do Amanhã é uma iniciativa da Prefeitura do Rio de Janeiro, concebido e realizado em conjunto com a Fundação Roberto Marinho tendo o Banco Santander como patrocinador Máster. A rede de patrocinadores do Museu do Amanhã também inclui Shell, IBM, IRB-Brasil RE, e ENGIE. Além desses, Governo do Estado, por meio da Secretaria do Ambiente, e Governo Federal, pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), apoiam a instituição. O local foi o mais fotografado no Brasil em 2016, de acordo com o Instagram, e também ficou na primeira colocação entre as instituições mais visitadas do país com a marca de 1,5 milhão de visitantes. Em seu primeiro ano de operação, o Museu do Amanhã firmou parcerias e acordos de cooperação científica com instituições de renome como Google, Science Museum Group, British Council, ACNUR- ONU, Fundação Dom Cabral e Fundação Engie, entre outras.

 

Por Communications Team

Comunicação Museu do Amanhã

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Acontece

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.