SOCIAL
To Top

Less is more reloaded: como o minimalismo propõe uma ressignificação do morar

Estilo de decoração baseado nos conceitos de simplicidade e funcionalidade ganha uma nova conotação no mundo pós-pandemia

Atraindo mais adeptos a cada dia, o minimalismo vem encantando pessoas do mundo todo que buscam evitar excessos e viver com o essencial. O estilo minimalista na arquitetura não é bem uma novidade, pois grandes nomes do setor como Frank Lloyd Wright (1867–1959), Le Corbusier (1887–1965) e Ludwig Mies Van Der Rohe (1886–1969) já se destacavam desde o início do século 20 por projetos que seguiam essa linha. Inclusive, é de Mies Van Der Rohe a frase que eternizou e resumiu o conceito: “menos é mais”.

Ou seja, o minimalismo está presente na arquitetura há mais de um século, valorizando novos materiais e abrindo mão de ornamentos, tendo sido sacramentado pelo movimento modernista como um estilo de arquitetura que valoriza as formas e as estruturas limpas.

Nos últimos anos, o minimalismo na arquitetura se reinventou e se tornou a característica principal de profissionais jovens, com destaque para o francês Joseph Dirand e para o brasileiro Felipe Hess, que chamam a atenção por desenvolverem projetos que priorizam conceitos como iluminação natural, cores neutras e formas geométricas simples.

O minimalismo ficou tão conhecido que ultrapassou as fronteiras da arquitetura e do design, para se tornar um estilo de vida.

Filosofia minimalista

O mundo moderno se caracteriza pela abundância de escolhas. Numa sociedade capitalista, temos acesso a uma infinidade de coisas que podem tornar o nosso dia a dia mais confortável. Mas, com tantas opções, é fácil se deixar levar pelo impulso de fazer compras supérfluas. É justamente por isso que os adeptos do estilo de vida minimalista acreditam que o desapego proporciona mais liberdade aos indivíduos.

De acordo com os escritores norte-americanos Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, entusiastas do minimalismo, as pessoas ficam mais leves e felizes ao aderirem a esta filosofia. Para eles, este estilo de vida leva a um comportamento no qual realmente as pessoas são mais importantes do que as coisas que elas possuem.

Joshua e Ryan são verdadeiros embaixadores do minimalismo, por isso falam sobre o tema em palestras no YouTube, em livros e até nos documentários “Minimalismo Já” e “Minimalismo: um documentário sobre as coisas que importam”, disponíveis na plataforma Netflix.

Ambos defendem que ser minimalista é levar a vida de um jeito simples, mas confessam que isso pode ser um pouco trabalhoso no início. Afinal, no minimalismo “menos é mais”, certo? Então, o ideal é se livrar de todo excesso, inclusive de itens aos quais atribuímos nossas memórias afetivas, pois nossas recordações estão dentro de nós, não nos nossos objetos.

Novo morar

A arquitetura minimalista valoriza a simplicidade, a funcionalidade, a limpeza estética e o vazio dos espaços, tendo sido inspirada nos movimentos do cubismo de De Stijl, do qual Piet Mondrian (1872-1944) fazia parte, e na influência da escola de Bauhaus. Entretanto, desde 2020, o minimalismo ganhou ainda mais significado dentro do contexto da pandemia do novo coronavírus. Afinal, a maior crise sanitária dos últimos tempos nos impôs longos períodos de quarentena, obrigando-nos a ficar em casa 24 horas por dia, a rever nossas prioridades e a mudar, por completo, nossas rotinas.

————————————————————————————————————————————————————————

VEJA: Com design do Superlimão, Dalle Piagge produz ladrilhos hidráulicos com estilo descontraído e moderno

————————————————————————————————————————————————————————

De acordo com Luciana de Castro Maeda Avellar, mestranda do Programa de Pós-graduação em Design da Universidade do Estado de Minas, as pessoas passaram a ficar mais tempo em casa trabalhando, estudando, convivendo e se alimentando. E isto significa que passamos a perceber o que poderia ser melhor aproveitado nos ambientes que constituem nossos lares. Passamos a olhar com mais cuidado para a composição de nossas casas, por isso, no mundo pós-pandemia é imprescindível compreender a verdadeira essência do vínculo homem-espaço para que se possa projetar uma casa de vida, que é diferente da casa de passagem.

Seguindo essa premissa, nada melhor do que repensar a funcionalidade de cada peça, deixando a rotina mais prática e funcional. Afinal, ninguém precisa de excessos para ser feliz. Inspirada nestas novas necessidades do morar, a Akafloor conta com um portfólio completo de pisos de madeira que podem ser incorporados em projetos minimalistas. Promovendo a união entre o tecnológico e o natural, os grandes destaques transitam entre as linhas Mate, The Future e Consuelo Jorge.

Linha Mate

Os padrões da espécie Tauari recebem um acabamento fosco e dão origem à coleção Mate. Os pisos chegam em tonalidades naturais, acinzentadas e sem brilho, ideais para quem busca um décor sofisticado e elegante. Tauari Frost MateTauari Metal MateTauari Mocha MateTauari Silver Mate e Tauari Titanium Mate são indicados para quem busca uma base mais neutra.

Piso Tauari Mocha, Linha Mate da Akafloor

Linha The Future

Os conhecidos tons naturais da espécie Tauari agora recebem novas gamas de cores por meio de um processo avançado de tingimento. Acompanhando uma demanda do mercado brasileiro e internacional, os padrões CaramelBiancoDu LaitGris e Maturitê são verdadeiros clássicos.

Piso Tauari Caramel, Linha The Future da Akafloor

Linha Consuelo Jorge

A linha assinada pela arquiteta Consuelo Jorge traz o minimalismo e a exuberância das cores neutras para a madeira. Tauari MinimalTauari Capuccino e Tauari Noir ampliam as possibilidades de combinação e se tornam a base perfeita para o design de interiores. Além da beleza que a textura traz, o corte catedral salienta o aspecto natural do material e revela toda sua personalidade.

Os novos padrões reforçam o caráter de sofisticação e exclusividade presente na natureza. “Procurei desenvolver algo atemporal, unindo a identidade da madeira com a da Akafloor e o minimalismo, que para mim é sempre exuberante. A equipe técnica soube agregar e retratar perfeitamente aquilo que desejei passar e o resultado foram peças de uma simplicidade extremamente elegante”, explica Consuelo.

Os lançamentos atendem uma demanda crescente em relação à presença de materiais naturais na arquitetura. Cada vez mais aquilo que remete e integra a natureza nos ambientes será utilizado como uma forma de criar um verdadeiro refúgio e trazer para dentro tudo aquilo que pode ser visto e sentido lá fora.

Piso Tauari Noir, Linha Consuelo Jorge para Akafloor

 

 

Por Eloisa Rangel – Denise Delalamo Comunicação

Imagem: Divulgação

 

 

—————————————–

Somos o Grupo Multimídia, editora e agência de publicidade especializada em conteúdos da cadeia produtiva da madeira e móveis, desde 1998. Informações, artigos e conteúdos de empresas e entidades não exprimem nossa opinião. Envie informações, fotos, vídeos, novidades, lançamentos, denúncias e reclamações para nossa equipe através do e-mail redacao@grupomultimidia.com.br ou entre em contato pelo (41) 3235.5015.

Conheça outros de nossos canais do setor:

www.madeiratotal.com.br
www.revistavarejobrasil.com.br
www.megamoveleiros.com.br
www.revistause.com.br

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Decoração

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.