SOCIAL
To Top

Grife brasileira de mobiliário autoral abre escritório na Itália e mira mercado americano

Fundado em 2000 em São Paulo, estudiobola está inaugurando uma filial em Milão e tem planos de exportar para os EUA. Projeto de expansão internacional foi iniciado após a marca garantir presença nas principais lojas de design e decoração do país, a partir de uma rede de 70 revendedores e atacadistas.

Referência em mobiliário brasileiro autoral, o estudiobola, de São Paulo, está tirando do papel uma bem planejada estratégia de expansão internacional. Fundada em 2000 pelos arquitetos Flavio Borsato e Mauricio Lamosa, a empresa está prestes a abrir uma base em Bergamo, nos arredores de Milão, Itália. O objetivo é estar presente no circuito de design de Milão e feiras internacionais em dois anos.

Além da atuação no mercado europeu, a empresa iniciou uma consultoria para checar a adequação de seus produtos no mercado norte-americano. O projeto de expansão internacional do estudiobola foi iniciado após a estruturação de uma força nacional de distribuição. Contando com 70 revendedores, essa estrutura garante a presença da marca nas principais lojas de decoração e design do Brasil.

Com vasta experiência na participação em feiras nacionais do segmento moveleiro, o estudiobola começou a construir sua rede nacional de revendedores a partir dos contatos feitos nesses eventos. Conciliando desenho 100% autoral aos desafios comerciais do segmento, a empresa faturou R$ 17 milhões em 2014 e deve crescer na casa de dois dígitos em 2015.

“É raro encontrar um estudio de design brasileiro com esse faturamento e com essa rede de atuação. Esses diferenciais nos permitiram chegar ao atual momento de expansão internacional. Hoje somos uma empresa. Não apenas um ateliê de design”, diz Mauricio Lamosa, arquiteto e sócio do estudiobola.

Ele acrescenta que, a despeito da crise, os ventos sopram favoráveis em 2015. Entre os motivos para o otimismo está o recente lançamento de uma linha de móveis de madeira maciça com posicionamento de preços mais acessível. À base de pinus e eucalipto, os produtos atendem clientes corporativos (como hotéis e restaurantes) e estão entre as apostas para aumentar as exportações.

A cargo da arquiteta Renata Allegro, a estratégia comercial do estudiobola baseia-se em atendimento profissional aos canais de distribuição. Isso inclui visitas constantes a revendedores de todo o país. Para que lojistas, consumidores e demais parceiros conheçam os produtos e seus desenhos, cerca de 80% do mix conta com modelagem 3D fornecida sem custo para os profissionais especificadores com detalhes das dimensões, cores, texturas e acabamentos das peças.

Todo esse know-how será levado para a unidade italiana. Ela ficará a cargo do sócio Flávio Borsato, filho de italianos nascido em São Bernardo do Campo. Amante de máquinas industriais, o pai de Borsato teve uma fábrica de móveis por muitos anos no “B” do ABC Paulista. Mauricio Lamosa ficará no Brasil à frente da criação e da operação. A base internacional do estudiobola também vai representar designers brasileiros parceiros, que terão na iniciativa um braço para expor e difundir seus produtos na Europa.

 

Mais sobre o estudiobola

Com mais de 700 produtos no portfólio – entre sofás, camas e cadeiras, além de itens de decoração como luminárias, revestimentos cerâmicos e tapetes – o estudiobola foi fundado em 2000 pelos arquitetos Flavio Borsato e Mauricio Lamosa. Eles se conheceram no curso de arquitetura da Universidade Mackenzie (turma de 1997) e as iniciais de seus sobrenomes formam o nome Bola. Ao longo dos anos, a figura da dupla de arquitetos deu lugar a uma estrutura enxuta e eficaz. Trabalham atualmente no estudiobola 12 profissionais (todos registrados), sendo três deles na criação. O universo de criações do estudiobola é capaz de colocar em xeque os limites entre design e arte, apresentando móveis que vão muito além de sua função original. Acompanhado do criativo uso de materiais como tecido, couro, alumínio, madeira maciça e MDF laqueado, o traço leve e elegante do estudiobola não raro descortina novas perspectivas de formatos, proporções e usos. Atuando com 6 fábricas entrosadas ao conceito e estilo de seus produtos, o estudiobola é reconhecido, no campo criativo, pela pesquisa profunda de texturas, materiais, formas e acabamentos. O objetivo é produzir peças atemporais, isentas de modismos, de alta durabilidade e portadoras de novas perspectivas de uso, formato e proporção. Sediado desde 2012 em um galpão de 700 metros quadrados no Alto da Lapa, capital paulista, o estudiobola começou em São Bernardo do Campo, ABC paulista. Depois passou pela rua General Jardim, polo de design e arquitetura localizado no centro antigo de São Paulo, onde até hoje atuam muitos parceiros. Intencionalmente fora do eixo de design e decoração da cidade de São Paulo, já que a ideia era ampliar a metragem de exposição dos produtoso, a sede abriga loja, departamento comercial e estúdio de criação. O espaço também recebe duas exposições de lançamentos por ano, além de eventos.

 

Informações studiobola

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Acontece

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.