SOCIAL
To Top

DECORTILES: VANTAGENS DAS BANCADAS EM PORCELANATO

A beleza e a sofisticação consagraram as pedras naturais na arquitetura e decoração. São amplamente utilizadas até hoje em projetos, com destaque para o mármore e o granito, muito aplicados como revestimento, painéis decorativos ou em bancadas. Entretanto, além do alto custo, nem sempre há mão de obra especializada ou possibilidade de adaptar esse material a todos os espaços, devido ao peso e à complexidade da instalação.

Como solução, a Decortiles desenvolveu linhas de porcelanatos que remetem às pedras naturais.

Esses modelos foram incorporados inicialmente em pisos e paredes. Apesar de muitos desconhecerem outras formas de uso, inúmeros projetos pelo Brasil afora já exploram a versatilidade desse revestimento em formato de bancadas.

Seu excelente custo-benefício é um dos principais atrativos, pois apresenta baixa absorção de água e grande resistência a riscos e altas temperaturas. A variedade de porcelanatos proporciona combinações únicas que valorizam o material escolhido. Além da funcionalidade e apelo estético, destaca-se a sustentabilidade, uma vez que o material substitui as matérias-primas encontradas na natureza, como mármores e granitos.

Com tantas qualidades e opções, a Decortiles ouviu os profissionais de arquitetura e decoração para saber mais sobre as principais vantagens das bancadas em porcelanato. Confira as dicas e projetos para se inspirar:

Vantagens dos porcelanatos em bancadas:

  • Uniformidade estética

Devido ao uso da tecnologia de impressão digital, se torna possível reproduzir o design da pedra natural, mas mantendo um homogêneo padrão estético. “Para se atingir um visual mais uniforme nas bancadas, os porcelanatos são muito eficazes na solução, pois, por serem manipulados digitalmente, é possível retratar na superfície cerâmica a parte mais nobre do material natural, mais regular em termos de desenho”, explica Alexandra Barbosa Nogueira, arquiteta do Estúdio A.A.

  • Facilidade na manutenção

Devido à baixa porosidade, as placas cerâmicas também são mais higiênicas. Diferentemente das pedras naturais, o material evita a proliferação de bactérias ou mofo. “O porcelanato tem uma absorção quase nula, o que confere também uma facilidade de limpeza e manutenção das bancadas”, conta a arquiteta Giselle Zanatta.

  • Maior gama de opções

O portfólio Decortiles conta com diversos modelos, indo desde revestimentos que remetem à madeira, até os que reproduzem pedras naturais. “Os porcelanatos possuem diversas possibilidades de padrões que dificilmente se encontram em uma pedra natural. Há estampas bem diferentes, como tons mais terrosos, intensos e veios salientes que tornam as bancadas o grande destaque no projeto”, comenta André Leonardo Azevedo, arquiteto da Villa Arquitetura.

  • Grandes formatos

A Decortiles oferece ao mercado peças cerâmicas em grandes dimensões, um diferencial em porcelanatos que proporciona um efeito estético natural e contínuo, evitando recortes e junção de muitas placas para paginar espaços mais amplos.

Ambientes para se inspirar:

O tradicional mármore Carrara, reproduzido no porcelanato, ganha novas possibilidades de uso e pode ser aplicado em diversas superfícies. No projeto de Giselle Zanatta, a arquiteta utilizou o tampo da bancada em Carrara.

Na bancada em Bronzo AC da Decortiles, o sofisticado tom terroso da pedra Pulpis traz sofisticação e inspira ambientes que emanam beleza e elegância

Perfeita para ambientes com uma decoração mais sóbria, a linha Dark foi inspirada em um dos mármores mais nobres da natureza, a pedra Sahara Noir. Disponível nas versões polido e acetinado fosco, a linha possui as medidas de 120x120cm e o grande formato de 120×240. No projeto acima, mesa Karakoram, inspirada na volumetria das montanhas, assinada por Alexandre Brunato.

A inspiração do mosaico Minas vem da pedra-sabão, uma rocha brasileira muito utilizada nas esculturas do período colonial, em movimentos como barroco e rococó. Também conhecida como pedra talco, é uma rocha metamórfica rica em talco, o que a deixa macia e fácil de lapidar, por isso seu uso nas esculturas. A pedra-sabão é encontrada em cores que vão de cinza a verde. Ao tato, dá uma sensação de ser oleosa ou saponácea, derivando-se daí sua designação de pedra-sabão e suas principais reservas estão concentradas no estado de Minas Gerais. Nesse projeto foi usada a cor cinza. Minas possui ainda as cores azul e verde. Os formatos são 10 x 10 cm.

Os grafismos e geometrias tribais inspiram o azulejo Trama, um delicado trabalho de superfície que usa da tecnologia para atualizar a estética: os desenhos parecem pixelizados (pequenos pontos) que remetem às estampas digitais. Disponível nas cores bege, branco e preto eles medem 29 x 29 cm e dão um toque especial nas bancadas.

 

 

 

 

 

Por Ivan Dognani

Imagem: Divulgação

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Arquitetura

A Revista USE é uma publicação inédita no Brasil sobre o design intrínseco nas mais variadas peças do mobiliário, decoração e artigos de desejo que traduzem nossa relação com o mundo e tudo o que nos cerca.

Portal - No portal vocês poderão conferir notícias atualizadas diariamente sobre o mundo da decoração, suas inovações e tendências.

Revista - Com publicação quadrimestral, a revista impressa reúne o que há de mais inusitado do mundo do design com distribuição em todo Brasil, tem duas versões: impressa e digital.

Revista USE. 2017 - Todos os direitos reservados.